| 4 dezembro, 2019 - 16:25

DCE/UFRN emite nota de repúdio contra decisão judicial que indenizou em R$ 40 mil professor alvo de polêmica com aluna

 

Após a decisão, publicada em primeira mão pelo Justiça Potiguar na última terça-feira, 3, o Diretório Estudantil manifestou repúdio ao desfecho do episódio

O Diretório Central dos Estudantes da UFRN e outros centros acadêmicos enviaram nota de repúdio contra a decisão judicial que determinou que a UFRN pague R$ 36 mil e o chefe de Departamento de Ciências Sociais, César Sanson, pague R$ 4 mil a título de danos morais ao professor Alípio Sousa Filho, em episódio que ganhou a mídia após ele ter sido contra uma aluna estar coma  filha de 5 anos em sala de aula.

Reprodução

Após a decisão, publicada em primeira mão pelo Justiça Potiguar na última terça-feira, 3,  o Diretório Estudantil manifestou repúdio ao desfecho do episódio.

Confira abaixo a nota na íntegra

Em março de 2018 o professor Alípio de Sousa Filho, lotado no Departamento de Ciências Sociais da UFRN, expulsou uma aluna acompanhada da sua filha, então uma criança de cinco anos, da aula de Introdução à Sociologia. Depois de diversos protestos por parte de estudantes, que paralisaram as aulas da disciplina por duas semanas, Alípio sofreu algumas sanções e processos institucionais, chegando a ser afastado das salas. Pouco mais de um ano depois, a justiça potiguar se posicionou pela sua indenização, em razão de danos morais, a ser paga pela universidade e pelo chefe do Departamento de Ciências Sociais, o professor César Sanson.

Essa aluna, assim como tantas outras jovens mães, precisou enfrentar o machismo que ainda segue enraízado nas salas e corredores da academia. Além de não dispor de creche universitária, um direito que o movimento de mulheres reivindica historicamente, não pode contar com o auxílio que a instituição oferece, que é insuficiente para encontrar um espaço que abrigue sua filha no período em que se dedica à graduação. Lamentavelmente, passou por uma situação vexatória com um professor que parece não possuir princípios básicos de sensibilidade pedagógica e mesmo humana.

Diante dos fatos, repudiamos a decisão judicial que confere uma indenização absurda a quem foi o agente de uma situação que fere a dignidade de uma estudante e de sua permanência na universidade, comprovadamente atestada por áudios gravados pelos presentes em que Alípio profere discursos elitistas e misóginos. Além disso, reiteramos o nosso apoio à ela, ao professor César Sanson – que teve a coragem de se posicionar e não pode ser penalizado por isso – e à gestão da UFRN. Machistas não passarão!

– Diretório Central dos Estudantes José Silton Pinheiro UFRN
– Diretório Central dos e das Estudantes Anatália de Melo Alves UERN
– União Estadual dos Estudantes – UEE/RN
– União Nacional dos Estudantes – UNE

– Centro Acadêmico de Ecologia UFRN
– CAMAD – Educação Física UFRN
– CASS – Centro Acadêmico de Serviço Social Aurora Maria
– CAAC – Direito UFRN
– Centro Acadêmico de Design – CADe UFRN
– CASG – Turismo UFRN
– CAJu – Enfermagem UFRN
– CAZMA – Biblioteconomia UFRN
– CAPsi – Psicologia UFRN
– CAVERA – Fisioterapia UFRN
– CAFAR – Farmácia
– CAPed – Pedagogia UFRN
– CAFlor – Engenharia Florestal UFRN
– CACO – Odontologia UFRN
– CAELIN – Engenharia de Alimentos
– CASC – Saúde Coletiva
– CAEA – Centro Acadêmico de Engenharia Ambiental
– CANUT – Centro Acadêmico de Nutrição
– Centro Acadêmico de Artes Visuais – CANN
– Centro acadêmico de Engenharia Elétrica – CAEE
– Centro Acadêmico de Arquitetura e Urbanismo – CAAU
– Centro Acadêmico de Geografia – CAGEO
– Centro Acadêmico de Letras – CALET Poeta Jorge Fernandes
– CAZOO – Centro Acadêmico de Zootecnia
– CABio – Centro Acadêmico de Biologia
– CANECA – Centro Acadêmico de Medicina
– DAAL – Tecnologia da Informação
– CATAB – Centro Acadêmico de Teatro Augusto Boal
– CAECO – Centro Acadêmico de Economia
– CALB – Centro Acadêmico de Fonoaudiologia

– Estudantes de Ciências Sociais – Licenciatura 2019.1
– Estudantes de Licenciatura em Teatro – UFRN
– Estudantes de Ciências Sociais 2018.1 – Licenciatura
– Estudantes de Audiovisual 2018.1
– Conselheir@os Discentes da ECT
– Estudantes de Ciências Sociais 2019.1 – Bacharelado
– Estudantes de Ciências Sociais 2018.1 – Bacharelado
– Representação Discente do Programa de Pós-graduação em Educação – PPGEd

– Movimento Kizomba
– Esquerda Diário
– Liberdade Socialismo e Revolução – LSR/PSOL
– Coletivo Juntos!
– Movimento Correnteza
– União da Juventude Rebelião
– Coletivo Autônomo Feminista Leila Diniz
– Levante Popular da Juventude
– Movimento Fora da Ordem
– União da Juventude Comunista
– Movimento por uma Universidade Popular – MUP – Rede Emancipa de Educação Popular
– Juventude Faísca
– União da Juventude Socialista
– Coletivo Afronte!



Leia também no Justiça Potiguar

Comente esta postagem:

Justiça Potiguar