| 10 dezembro, 2021 - 18:10

Boate Kiss: Sócios e músicos são condenados por mortes no incêndio

 

Após 10 dias de julgamento e quase nove anos de espera, o Tribunal do Júri do Foro Central de Porto Alegre condenou pela morte de 242 pessoas os quatro réus acusados do incêndio da boate Kiss: Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Lodeiro Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão. A sentença começou a ser lida na tarde desta

Reprodução

Após 10 dias de julgamento e quase nove anos de espera, o Tribunal do Júri do Foro Central de Porto Alegre condenou pela morte de 242 pessoas os quatro réus acusados do incêndio da boate Kiss: Elissandro Callegaro Spohr, Mauro Lodeiro Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão. A sentença começou a ser lida na tarde desta sexta-feira (10). 

  • Elissandro Spohr, sócio da boate: 22 anos e seis meses de prisão
  • Mauro Hoffmann, sócio da boate: 19 anos e seis meses de prisão
  • Marcelo de Jesus, vocalista da banda: 18 anos de prisão
  • Luciano Bonilha, auxiliar da banda: 18 anos de prisão

“No caso como o presente, é preciso referir que se está diante da morte de 242 pessoas, circunstância que, na órbita do dolo eventual, já encerra imensa gravidade”, disse o juiz Orlando Faccini Neto.

O cumprimento da pena se dá em regime fechado e, por ser superior a 15 anos, é executada de forma provisória.


Leia também no Justiça Potiguar

Comente esta postagem: