| 5 outubro, 2020 - 09:19

VÍDEO: Juíza dá show na “explicação didática” do distanciamento social do TRT-BA

 

Circula nas redes sociais um vídeo no qual a juíza da 8° vara de trabalho em Salvador, Dra Mariana Teixeira Lopes, decidiu, de forma peculiar, explicar como será o retorno ao trabalho presencial no TRT, que começa hoje, dia 5 de outubro. Com a forma “baiana de ser”, alegre, muito didática e divertida, a juíza

Circula nas redes sociais um vídeo no qual a juíza da 8° vara de trabalho em Salvador, Dra Mariana Teixeira Lopes, decidiu, de forma peculiar, explicar como será o retorno ao trabalho presencial no TRT, que começa hoje, dia 5 de outubro.

Com a forma “baiana de ser”, alegre, muito didática e divertida, a juíza se solta e, não se sabe se ironizando as normas impostas pelo TJBA, pois é quase impossível manter um distanciamento de 4 metros por pessoa, faz uma alegre e extrovertida exibição, rodando e dizendo que é preciso abrir ao braços e rodar para que se tenha certeza de que o distanciamento está sendo cumprido a risca. Como o vídeo vazou e foi inevitável evitar críticas a forma descontraída como a juíza se comporta na publicação, sua assessora, apenas identificada como “Nay” soltou uma nota – que foi enviada pela fonte do Farol da Bahia – afirmando que Mariana é muito brincalhona e que quem vazou, tentou desvirtuar a boa intenção da juíza.


Leia também no Justiça Potiguar

2 Comentários
  1. Patricia

    06/10/2020 às 06:07

    Dra. Mariana é uma juíza ímpar. Competente e dedicada . Ser humano incrível do qual tive a honra de compartilhar meu caminho. Suas intenções trilham sempre o melhor. Criativa e alegre. Parabéns Mari! Patrícia Correia . Procuradora Federal.

    Responder
  2. Janile

    12/10/2020 às 13:10

    Dra Marianna maravilhosa . Uma pessoa ímpar, divertida e inteligente, que trata todos com dignidade e respeito. Não há nada de desrespeitoso no vídeo, apenas uma forma lúdica e divertida de falar das restrições na volta ao trabalho . Que a pessoa que divulgou o vídeo, mal intencionada e leviana , sofra as consequências legais, já que foi destinado a um pequeno grupo fechado.

    Responder

Comente esta postagem: