| 9 outubro, 2020 - 09:29

Justiça dá a primeira voadora no grupo de fake news de Ceará-Mirim

 

O Juiz da 6a Zona Eleitoral de Ceará-Mirim, Dr. Peterson Braga, determinou que fossem excluídos das páginas do Facebook e dos envios por WhatsApp vídeos caluniosos contendo mentiras sobre a gestão do atual prefeito Júlio César, sob pena de multa de R$ 5.000,00 por cada mensagem. Mais uma vez a política em Ceará-Mirim descamba pra

O Juiz da 6a Zona Eleitoral de Ceará-Mirim, Dr. Peterson Braga, determinou que fossem excluídos das páginas do Facebook e dos envios por WhatsApp vídeos caluniosos contendo mentiras sobre a gestão do atual prefeito Júlio César, sob pena de multa de R$ 5.000,00 por cada mensagem.

Reprodução

Mais uma vez a política em Ceará-Mirim descamba pra baixaria e uma verdadeira fábrica de fake news precisa ser contida pela Justiça. A decisão do juiz atinge DAMIAO DOS SANTOS SILVA, JOSILANO SOUZA DE ARAUJO, FELIPE VAZ COSTA LARIU, ADRIANO MARCOS DA SILVA AMERICO e DENILSON VENANCIO RODRIGUES .

Fontes do BG nos informaram que eles fazem parte de grupo de servidores comissionados, indicados pelo atual presidente da Câmara Ronaldo Venâncio. É a mesma tática utilizada na campanha passada, quando a Justiça deferiu liminar pra mandar tirar as fake news, sendo que, desta vez, deve ter consequências mais sérias com a Justiça, que já avisou que vai ser tolerância zero com Fakes News em Ceará-Mirim. E que fique o exemplo pras demais campanhas em todo o estado.


Leia também no Justiça Potiguar

Comente esta postagem: