| 5 abril, 2020 - 08:45

Juíza é intimada após não se manifestar em processo por dois anos

 

O juiz federal Paulo Ricardo de Souza Cruz deu prazo de cinco dias para a magistrada se manifestar.

Reprodução

A demora na tramitação de um processo levou o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) a intimar uma juíza da 1ª Vara da Seção Judiciária de Rondônia a dar explicações.

O juiz federal Paulo Ricardo de Souza Cruz deu prazo de cinco dias para a magistrada se manifestar.

De acordo com a representação, assinada pelo advogado Johann Homonnai Júnior, sócio do escritório do governador Ibaneis Rocha (MDB), desde dezembro de 2017 a juíza federal Grace Anny de Souza Monteiro não se posiciona sobre o processo, seja para deferir ou indeferir o requerimento.

A ação trata do pagamento de gratificações e foi movida pelo Sindicato dos Servidores da Justiça do Trabalho dos Estados de Rondônia e Acre (Sinsjustra).

“O papel do juiz é decidir. Nós, advogados, sabemos que a decisão pode ser contrária. E, nesses casos, recorremos. Quando o juiz simplesmente não decide, ele massacra os interessados. Ou é preguiça ou má-fé”, pontuou o advogado Johann Homonnai Júnior.

Metropoles


Leia também no Justiça Potiguar

Comente esta postagem: